Seguidores

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Desespero

Grito aos céus
Preciso de forças
E em uma prece fervorosa
Confesso minha fragilidade
Diante deste quadro
Sem cor, sem matizes
Tua ausência fez tudo escurecer
Quero luz, muita luz
Para não ficar assim
Entregue à tristeza.
Geninha

Nenhum comentário:

Postar um comentário