Seguidores

terça-feira, 29 de setembro de 2009


Sumir

Se algum dia me procurar
E não me encontrar
Saiba que fui para qualquer lugar
Não sei onde
Nem fazer o quê
Fui para um lugar
Onde não exista você.
[Geninha]



Se queres ir, vá!
Deixes que me viro
Nasci sozinha
Sou guerreira
Farás falta...
Só até me acostumar
Não chorarei
Nem tão pouco morrerei
Te pedir para ficar?
Sem chance...
Cansei de tuas idas e vindas
Amor bandido,sem vergonha
Cansei...
Vá, se queres ir vá!
Não olhes para trás
Porque não verás lágrimas
Elas há muito secaram
E hoje guardo no meu peito
Uma vontade doida de viver
Feliz...
Ainda estás aí?
Pensei que já estivesses longe.
[Geninha]


Sempre

Sempre que ela vem, dá uma dor no peito.
Quase que arrebenta, é como uma represa que ruiu.
Enxurrada de sentimentos, inunda minha alma.
Sempre que ela vem, me sinto impotente,
Quase que inanimada.
Sem poder fazer nada.
Fico sempre assim, quando vem esta louca 
vontade de estar contigo 
Mas o destino não deixa!
[Geninha]


Necessidade

Loucura...pode ser que seja.
Ou talvez seja mesmo essa necessidade.
Ter você por perto,sentir seu calor, seu perfume
Ouvir sua voz,ver seus olhos brilhantes,
seu sorriso sem juízo.
Necessidade de você para amar
Compartilhar idéias, fazer planos...
Ou quem sabe não seja mesmo loucura?
Por saber que sonhar faz parte
Mas sonhos nem sempre se tornam realidade
Mas que importa??
Loucura ou necessidade..
Seja o que for
Ambos os caminhos me levam a você!
[Geninha]


Infelizmente

Sentir-se flutuar
Alma vibrando
Sensação de liberdade
Coração aberto
De encontro à alegria
Medo...louco medo
De sentir de novo solidão
Saber que se pode acordar
Ter que abrir os olhos
E não ver tudo tão azul
Realidade quase sempre 
É em preto e branco
Infelizmente!

[Geninha]

Medo

Ah! Como é bom querer
Um olhar penetrante, brilhante
Não aquele olhar ligeiro,vulgar
Pegar nas mãos, suadas, trêmulas
Tocar sem preocupação
Abraçar apertado,com saudades
Beijos quentes, molhados
Nada de pressa.tudo demorado
Carinhos que arrepiam
Ah!Como é bom,sentir o amor.
As vezes dá até medo!
[Geninha]

Quisera

Quisera eu, que como num sonho 
Aparecesses
Surgisses, assim como mágica
Quisera eu, poder te abraçar de novo
Te sentir, o calor do teu corpo
Amar-te sem pensar em nada
Sem amanhã
Quisera eu, te ter
Conseguir te tirar de dentro de mim
E tornar-te realidade.
Quisera eu!

[Geninha]

segunda-feira, 28 de setembro de 2009



Teus olhos

Teus olhos negros
São como a noite
Escondem segredos, mistérios
Mas ás vezes parecem tão transparentes
Que se pode ver tua alma
Teus mistérios quisera eu descobrir
Mas para quê?
Se na transparência de teus olhos
Vejo todo amor que tens por mim!
[Geninha]



Cuidar

Preciso cuidar de mim
Organizar pensamentos
Me olhar no espelho
E me ver
Me tocar, me sentir
Não ter que pensar o tempo todo
Nos teus sonhos,nos teus motivos
Pensar e cuidar só de mim.
Saber separar , eu de você
Não é fácil
Pois até quando penso
Meu primeiro pensamento
È você.
[Geninha]

Janela

Queria ter uma janela aberta
Larga,branca e iluminada
Janela que iluminasse até minha alma
Queria uma janela por onde pudesse
se ver o horizonte e o infinito.
Onde passeassem anjos e voassem borboletas
Queria uma janela rodeada de flores e pássaros.
Onde com certeza repousaria meus cotovelos
e minha visão se estenderia além da vida.
Minha alma voaria solta e livre como o vento.
Janela branca com visão para a eternidade!

[Geninha]

domingo, 27 de setembro de 2009

Coração

Onde foi parar meu coração?
Já não o sinto
Parece que se aquietou, adormeceu
Onde estará meu coração sonhador?
Talvez tenha se cansado
E agora não quer mais se manifestar
Se escondeu em meio a tantos desencantos
Mas vou deixá-lo quietinho
Um dia ele voltará a bater
Tão apressadamente
Que até eu me assustarei
Deixa ele!!
[Geninha]


Deusa

Como é bom quando vens
Tenho teu peito como abrigo
Teus braços como proteção
Me sinto menina
E me derreto toda
Porque sei que teu amor é meu
E no céu da tua boca
Mergulho entre estrelas
Para acordar pela manhã
Me sentindo uma deusa
Com todos desejos realizados.
[Geninha]

Amor Renovado

Queria que ficasses aqui
Mas não podes
Bem sei disso
Meu coração está pequeno
Encolhido e triste
Porque sei que irás
Não tem dia e nem hora
De voltar
Mas sabes que espero
Preparo nossa cama
Perfumo nosso quarto
E me perfumo também
Vens sorrindo
Com olhar de menino
Com apetite de homem
Me devoras
Me deixas feliz
É assim este nosso amor
Sem rotina,sem tempo
Sem hora
Amor renovado
Com gosto de primeira vez.
[Geninha]


Quando Somes

Tens um jeito de menino
Cabeça sem juízo
Brinca de amor
Realiza meus sonhos
Me deixa sem ação
Sôfrega, delirante
Diante de tanto êxtase
Me faz sentir mulher
Me leva ao céu
Na mesma proporção
Me rebaixas ao inferno
Quando somes de mim.
[Geninha]


Alquimia

Uma parte de mim sou eu
A outra és tu
As vezes elas se misturam tanto
Que acabo me perdendo
E fico a procurar por mim
Entre labitintos de minha alma
E sempre me esqueço
Que somos um só
Numa alquimia perfeita
Chamada Amor.
[Geninha]