Seguidores

domingo, 22 de agosto de 2010

Hoje

Hoje preciso te ver
Para te falar de nós
Sobre coisas que ficaram no ar
Aparar as arestas do nosso amor
Não sei bem porque
Fizemos tudo errado
Cometemos o pecado
De não nos dar mais uma chance.
Geninha®
Meu Amor

Crio asas e salto rumo á felicidade
Num vôo sublime e calmo
Vou em tua direção
Sei que me espera
Não posso me demorar
Vou te envolver num longo abraço
Vou te fazer sentir
Que sem mim não podes ficar
Tenho nas mãos meu amor
Para te entregar.
Geninha®
Em Mim

Olhos que falam
Boca que cala
Mãos que sentem
Coração que ama
Corpo que aquece
É assim que vens
E se aconchega dentro de mim.
Geninha®
Inspiração

No céu da tua boca
Brinco com estrelas
No sol do teu olhar
Aqueço minha alma
Quando é noite és minha lua
Clareando minha vida
E me deixando cheia de inspiração
És tu minha mais doce poesia.
Geninha®

Um mar de amor
Desaguou em meu coração
Quando de súbito me abraçaste forte
E me pediste para que nunca te deixe
Tão só.
Geninha®
Valeu a Pena

Por ti venci o medo
Andei por caminhos espinhosos
Sempre com muita energia
Joquei fora a dor
Me vesti de coragem
Atravessei um revolto mar
De desencantos
Enfrentei o mundo
Tudo fiz por ti
E hoje te olhando
Tenho total consciência
De que tudo valeu a pena..
Geninha®

Teu cheiro, teu gosto
Impregnaram em minha alma
Jamais deixarás de viver em mim.
Geninha®
O Gosto da Liberdade

Só quero paz
Retratada em uma paisagem
Bem simples
Uma casinha no campo
Uma fonte de águas claras
Muito mato verde
Um cheiro de terra molhada
Pássaros em revoada
Nuvens formando imagens
Num imenso céu azul
Meus pés descalços
Minha alma alegre
Um gosto gostoso de liberdade.
Geninha®
Pensando Em Mim

Há tempos não sei de ti
Mas me alegra a alma
Só de pensar que nunca
Esquecerás nossos momentos
Sei que onde estiveres
Lembrarás de tudo que vivemos
Das nossas noites quentes
Do brilho da lua
Da nossa estrela na imensidão do céu
Sei que jamais esquecerás
Pois me juraste amor eterno
E existem coisas que são
Simplesmente inesquecíveis.
Geninha®
Anjo Viajante

Subitamente
Apareceste como que por encanto
Trazia em teus olhos a esperança
Teu corpo era puro amor
Qual anjo  viajante
Chegaste até mim
Sabias que era naquele momento
Que eu mais precisava de ti.
Geninha®
Só eu sei a falta que me fazes
Só eu sei a dor que teu adeus
Causou em mim.
Geninha®

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Asas

Quando penso em ti, crio asas
Vôo, um vôo sobrenatural
Te procuro incansavelmente
Dentro e fora de mim
Te encontro tão longe, tão perto
Incrível sensação se te toco
Triste realidade se me vejo sem ti.
Geninha®
Sem Censura

Deságua em meu peito
Qual cachoeira encantada
Percorrendo todo meu corpo
Misturando-se ao meu sangue
Quente, vermelho, carmim
Um sentimento avassalador
Que mexe com minhas estruturas
E reflete em meus olhos
Mostrando sem censura
Todo amor que sinto por ti.
Geninha®
Assim é Teu Amor

Qual um rio caudaloso
Que arrasta tudo pela frente
Assim é teu amor por mim
Tem uma força vigorosa
Que me deixa tonta
Leva para bem longe
Toda tristeza, todo desencanto
Me deixando leve e feliz
Te amando cada dia
Um pouco mais.
Geninha®
Fecho os olhos
Paro o tempo
Eternizo nosso amor
No calor do teu beijo
Quente.
Geninha®
Real

Diante dos teus olhos negros
Me dispo por inteira
Jogo ao vento tudo que me atormenta
Te abraço forte
Sunsurro ao teu ouvido palavras soltas
Que aos poucos se encaixam em teu corpo moreno
Te fazendo reagir
Te transformando inteiramente
No meu mais louco e real
Sonho de amor.
Geninha®
Dias Nublados

Já tive dias nublados
Onde tudo era nada
E nada era tudo
Numa confusão infernal
Meus pensamentos eram tristes
Meu peito uma prisão
A vida parecia brincar comigo
Num alucinante jogo de esconde-esconde
Tonta e sem noção
Só vi a saída e a luz
Quando teus olhos negros
Fitaram os meus
E como num sonho acordei e te vi ali
Velando por mim.
Geninha®
De Repente

De repente o silêncio
Tudo parou, calou
Só minha alma
Esta gritou em um instante
De amor e de dor
Não me deixes aqui
Sozinha , sem ti.
Geninha®
Quero Um Anjo

Quero um anjo
Que me envolva em teus braços
Inteira, completamente
Num calor intenso
Que me faça dormir
Que me beije de leve a face
Que nada pergunte
Um anjo que me deixe ficar
Mas que não se importe
Se eu quiser partir
Que me faça companhia
E traga luz para os meus dias.
Geninha®
Olhos Negros

Olhos negros misteriosos
Místicos, fixos
Que me olham, me devoram
Olhos negros luminosos
Que clareiam, ateiam
Fogo pelo meu corpo
Me hipnotizam
E me levam quase em transe
Para os braços de um anjo
Com o nome de felicidade.
Geninha®

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Verso de Amor

Brotam letras em minha alma
Escorregando pelas minhas mãos
Formando palavras molhadas de carinho
Que caem sobre a página branca
E dá forma a um verso
Que revela todo amor que sinto por ti.
Geninha®
Silêncio

Há um silêncio dentro de mim
Quando me olhas assim
Frases mal feitas,palavras desorganizadas
Nada flui, tudo fica contido em meu peito
Represa prestes a ruir
Preciso tanto te falar deste amor
Mas o silêncio ainda é mais forte do que eu.
Geninha®
Mais Uma Chance

Havia ternura em teu olhar
Calma em tuas palavras
Tuas mãos seguravam as minhas
Num gesto espontâneo e acolhedor
Me falaste do teu amor
Me deixaste meio tonta
Quando me beijaste com doçura
Me fazendo acreditar
Que ainda havia uma chance
Para meu coração já tão cansado de sofrer.
Geninha®
Imaginação

Fecho meus olhos
Minha alma voa livre
Em meio aos meus pensamentos
Te busco, te caço
Vou muito além do espaço
Te desenho na memória
Te transformo em poesia
E te trago para junto de mim.
Geninha®
Tristeza

Hoje uma nostalgia abriga meu peito
Me entristecendo o olhar
Me sufocando as palavras
O tempo parece parado
O sol se escondeu
Nuvens negras se fixaram no céu
Do meu pensamento
Me fazendo sentir tamanha saudade tua.
Geninha®
Perdida

Só quero teu abraço
Só quero teu carinho
Me abrace forte
Não me pergunte nada
Hoje me perdi de mim
Me abrique em teu peito
Até que eu me encontre
E não sinta esta solidão.
Geninha®

domingo, 8 de agosto de 2010

Fascinação

Ah! Este teu olhar
Me penetra a carne
Despe minha alma
Decifra meus enigmas
Me faz presa fácil
Fascinada pela beleza
Destes teus olhos negros.
Geninha®
Palavras

Aguça meus sentidos
O som deste teu silêncio
Refletidos em tuas mãos habéis
Que passeiam pelo meu corpo
Em toques sutis e atrevidos
Me fazendo entender que em certos momentos
As palavras são plenamente dispensáveis.
Geninha®
Minha Loucura

Dizem que sou louca
Por sonhar tanto assim
Por não aceitar uma vida morna
Por jogar tudo para o espaço
Por querer viver intensamente
Plenamente,incansavelmente
Dizem que sou louca
Por querer novas emoções
Por bater de frente com a realidade
Por ser apaixonada completamente
Totalmente, verdadeiramente
Dizem que sou louca
Mas loucos são todos que não entendem
Não sentem,não brigam,não lutam
Ficam estáticos e deixam a vida passar
Sorrateiramente...
Dementes são todos eles.
Geninha®

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Confusão

Meus pensamentos estão confusos
Quero ir...
Não !!! Me deixe ficar aqui
É tão bom ficar contigo
Mas tenho medo...
Sabe, eu não me sentia feliz assim
Há tanto tempo
Mas você uma vez me abandonou
Porque???
Chorei...
As vezes acho que sou louca
Talvez...
Minhas emoções estão à flor da pele
Estou te amando!!
Geninha®
Aconchego

Agora só quero teu abraço
Para descansar meu coração
Para sonhar acordada
Para ficar encantada
Na doçura do teu aconchego.
Geninha®

Timidez

Queria tanto te falar deste amor
Mas minha alma se silencia
Fazendo correr em minha veias
Palavras frias
Meu coração se aquieta
Não se manifesta
Seladas estão as palavras
Que amargam em minha boca
Deixando ir embora o desejo que explodia
Talvez, quem sabe um dia eu consiga te contar
Desta vontade de contigo ficar.
Geninha®
Lembranças Minhas

Sei que um dia lembrarás
De tudo que fomos
Sei que teu coração gritará
Não te dará sossego
Sei tambem que ficaras surdo
Aos apelos de tua alma
Que fará brotar em ti saudades
E quando tudo se transformar em nada
Me procures e me acharás
Aqui a ti esperar.
Geninha®
Imensidão

O amor que tenho por ti
É como brisa suave que acaricia
É chuva de ternura ,é sol de paixão
O amor que tenho por ti
É imensidão, é alma
Corpo, coração.
Geninha®

Encantamento

Doce encantamento nasce em meu coração
Visão arrebatadora do paraíso
Luz intensa a clarear minha alma
Arco-íris de paixão
Fico sempre encantada
Quando teus olhos negros
Se encontram com os meus.
Geninha®