Seguidores

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Gostosa Nostalgia

Nada foi em vão
Nem tempo perdido
Contigo aprendi
A viver um pouco de cada vez
Aproveitar cada segundo
Saborear cada instante de prazer
Contigo fui feliz!
Me abriste as portas do paraíso
Me mostraste as estrelas
Teu rosto não me sai do pensamento
És a saudade mais gostosa de sentir.
Geninha®
Momentos

O passado é um velho baú
Que guarda nossos segredos
Nossos momentos, nossa história
O presente é agora, é o ar
Que dá vida a gente
È sorriso, é amor
É a saudade, é a dor
E o futuro?
É escuro, está do outro lado
Nele não se sabe o que está guardado.
Geninha®
Janela do Coração

Da janela vi
O amor, a alegria
A tristeza e a dor
Da janela vi
Um mundo do meu jeito
Com conto e ponto
Vi sonho e sol
Vi lua e estrela
Da janela vi
Paixão, beijo , abraço
Vi tudo da janela
Vi meu sonho ultrapassar o céu
E concretizar
Vi tudo da janela
Do meu coração.
Geninha®
Nós Dois

Nós dois juntos
Temos tanto em comum
Virtudes e defeitos
Não vejo mal algum neles
Entre nós rola química
Um sentimento certo
Um amor que enlouquece
Aquece
Te quero sempre perto de mim
Te quero sempre dentro de mim.
Geninha®

terça-feira, 25 de maio de 2010

Sensação

Depois que te conheci
Uma calmaria se instalou
Dentro do meu coração
Suas batidas tornaram-se cadenciadas
Ás vezes penso que elas
Sempre repetem
A mais doce palavra da vida
Amor, Amor, Amor...
Geninha®
Culpa

Trago comigo
Teu rosto na lembrança
De nada esqueci
Teu sorriso, tua voz
Teu olhar tão expressivo
Que me falava ao coração
Quanta saudade agora eu sinto
Quanta culpa carrego comigo
Por não ser assim tão forte
E ter deixado a vida
Nos separar.
Geninha®
Menina

Menina Flor
Que desabrochou ao te ver passar
Que te amou ao te beijar
Que teima em ficar no passado
Pois sabe que a realidade
É amarga e triste sem ti
Prefere viver de lembranças
Ser mulher machuca
Este coração de saudades.
Geninha®
Esperança

Sou força, sou vida
Não busco a perfeição
Sigo sempre meu coração
Que alimentado por muito amor
Me aponta o caminho
Alguns largos e claros
Outros , nem tanto
Mas sigo sempre em frente
Não desisto nunca dos meus sonhos
Pois sei que a esperança
É filha do amor!
Geninha®
Alegria

Tenho a alma leve
O coração ardente
Trago nas mãos meu destino
Faço escolhas , recuso ofertas
Nada me prende
Sou livre por natureza
Brinco com a vida feito menina
E ela em troca me dá
A alegria de acordar
Feliz todos os dias.
Geninha®
Com Amor

Sou filha da luz
Com aura clara
Os olhos brilhantes
O sorriso descontraído
Amo a vida que vive em mim
Sou tudo que quero ser
Faço tudo com muito amor
Que nasce e renasce em meu coração
Todos os dias.
Geninha®
Cautela

Cortei meu coração em fatias
E a cada dia te entrego uma
Aprendi não entregá-lo por inteiro
Decepção não mata
Mas ensina a viver
Cautela não faz mal a ninguem.
Geninha®
Amor de Verdade

Um amor de verdade
Não teme tempestades
Enfrenta de peito aberto
O frio da solidão
A fúria da ingratidão
Um amor de verdade
Não morre nunca
Apenas adormece no coração
Para renascer ainda mais forte.
Geninha®


Agora quero ficar só
Calada, quieta
Preciso me encontrar
Para conversar sobre mim
Há tempos não fico sozinha
Comigo.
Geninha®
Não diga nada
Teu silêncio diz tudo que preciso
Me abrace apenas
Apertado
Para sentir o teu calor
Para sentir o teu amor.
Geninha®

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Proteção

Como um guerreiro me protege
Contra toda dor e solidão
Armado de tamanho amor
És invencível
Sombra alguma acompanha meus passos
Teus olhos são faróis
Teu corpo é minha morada
Descanso em teu peito
E adormeço com a felicidade.
Geninha®
Quero teu colo
Teu beijo, teu cheiro
Para ficar assim
Encantada
Em um abraço sem fim.
Geninha®
Chuva

Caia chuva
Molhe minha alma
Lave meu desespero
Leve contigo esta dor
Renove minha vida
E traga de volta meu amor
Que foi embora
Em um temporal de ciúmes
E dissabor.
Geninha®
Força do Destino

Impossível de dizer com certeza
Quanto tempo que não te vejo
Que não sei nada de ti
Passaram-se os anos
A vida escorreu em nossas faces
Tudo tomou o curso natural
Tão natural
Que nos acostumamos
Com a distância e a saudade
Não por falta de amor
Mas sim por força do destino.
Geninha®
Morrendo de Amor

Passei diante do espelho
E quase não me reconheci
Me toquei e pude sentir
Que o viço de minha pele
Desapareceu com o tempo
Meus olhos opacos choraram
Meus lábios tremeram
Ao murmurar teu nome
Lágrimas de saudades sufocaram
A vontade de gritar
Que estou morrendo sem teu amor.
Geninha®
Incomensurável Amor

Em um esforço supremo
Tento em vão não pensar em ti
Angustia minha alma
As lembranças que deixaste
Teu cheiro em meus lençóis
Teu gosto em minha boca
O som da tua voz ecoando
Em meus ouvidos
Me levando ao desespero
Choro copiosamente
Meu corpo dói, se contrai
A noite cai
E o silêncio se torna insuportável
Só eu sei a falta que me fazes
Incomensurável amor
Que me jogou neste maldito
Mar de sofrimentos.
Geninha®
Pendências

Depois de tanto tempo
Sei que ainda tenho
Questões pendentes dentro de mim
Travo uma guerra constante
Com meu coração doentio
Tomara que um dia ele acorde
E com uma força avassaladora
Te joque ao vento
Para que eu nunca mais me lembre
Que um dia te amei.
Geninha®
Contemplação

Meus olhos contemplam
A beleza do pôr do sol
O céu vai calmamente se escurecendo
Trazendo a noite quente
Todo salpicado de estrelas cintilantes
Meu pensamento voa por entre elas
Sublime sensação de liberdade
Se abate sobre meu espírito
E olhando esta pintura celestial
Agradeço a Deus por mais um dia.
Geninha®
Vida

Quanta vida se passa diante de minha janela
Rostos tristes, preocupados
Outros alegres , radiantes
Senhoras em um frenesi constante
Olhando as vitrines
Crianças inocentes brincando no parque
Uma alma sofrida estirada na calçada
Sem espectativas, sem esperanças
Seres que se cruzam a todo momento
Nem sequer se cumprimentam
Alucinante visão da vida
Que se estende além da minha janela
Do meu quarto de dormir.
Geninha®

terça-feira, 18 de maio de 2010

"Amanheceu em minha alma,
tu chegaste e trouxeste o sol."
Geninha®
Saudades Tua

Sou forte até que teu rosto
Me vem à lembrança
Aí me torno fraca, frágil
Como uma menina
Com o coração explodindo
De tanta saudade tua.
Geninha®
Escolha

Sou um livro inacabado
Com capítulos a serem escritos
Pela mão do Criador
A mim cabe escolher o caminho a seguir
Algumas vezes quebro a cara
Mas na maioria das vezes
Enveredo por estradas claras e floridas
Que fazem meu coração se encher de esperança.
Geninha®
Apaixonada

Enclausurada está minha alma
Desde que meus olhos cruzaram com os teus
Pois agora,meu amor a ti pertence
Por isto amor meu
Não demores, venha
Para trazer alegria ao meu coração.
Geninha®
Diante do amor

Somente diante do amor
Me curvo
É este sentimento que me move
Me deixa forte,me faz viver
É bálsamo para minha dor
É consolo para minha solidão
Amor, terno amor
Que me invade por inteira
E me dá a certeza
De que amar sempre vale a pena.
Geninha®
Morrer de amor

Foste meu bem querer
Meu amor maior
A ti entreguei meu coração
Me deixaste tão somente saudade
Agora aqui sem ti
Suplico que devolvas meu coração
Pois sem ele morrerei de amor.
Geninha®
Saudade Infinita

Nunca saíste daqui de dentro de mim
A vida passa , escoa rapidamente
A saudade dói, corrói
Faz brotar feridas em minha alma
A dor é pungente, quase insuportável
Dor sem remédio, sem cura
Pois sei que só te encontro em meus sonhos
E acordo te procurando em um desespero louco
Que me faz chorar copiosamente
Me afogando em um mar de tristeza e solidão.
Geninha®
Te amei ontem
Hoje te amo mais
Amanhã te amarei
Infinitamente.
Geninha®
Andei por muitos caminhos, mas
só em um havia flores e luz.
Flores que brotavam em tua volta e
luz que irradiava dos olhos teus.
Geninha®
Abraço de Saudade

Me abrace forte
Deixe-me te sentir inteiro
Coração com coração
Há tempos ansiava por este momento
Só eu sei , quanta saudade eu senti.
Geninha®
Banalidades

Só quero teu amor
Sincero, amigo
Só quero ficar contigo
Só quero esta paz
Que trazes para minha vida
O resto é resto
E não contabilizo banalidades.
Geninha®

segunda-feira, 3 de maio de 2010

É Meu Teu Amor

Chovem estrelas
Salpicando minha estrada
Ando nas nuvens
Com um riso solto
A alma leve
Me sinto assim
Desde que me dizeste
Que teu amor é meu
De mais ninguém.
Geninha®
Ando meio fora do ar.
Coração alegre, pulsando no rítmo
Deste nosso louco amor
Que me invadiu por inteira
E me deixou assim feito menina.
Geninha®
Sou oceano de de amor
Com ondas gigantescas de desejos
Que vão sempre de encontro
Ao teu corpo , sedento de mim.
Geninha®
Há tempos cultivo flores
No jardim do meu coração
Para enfeitar tua estrada
Quando por ele se adentrar.
Geninha®
Indescritível amor que sinto
Sem pesos nem medidas
Dele só posso dizer
Que é como o ar
Preciso para viver.
Geninha®
Solidão

O sol esconde prenunciando a noite
Ando pelas ruas sem destino
Perdida em meus pensamentos
Pessoas passam num vai-vem
Num burburinho intenso

Mas em minha alma há um silêncio
Que faz emudecer meus lábios
Tira o brilho do meu olhar
Queria agora em meio a tanta gente
Encontrar-te, ver-te mais uma vez
Mas sei que isto não acontecerá
Pois foste embora sem nenhum adeus
E me deixaste jogada nesta solidão
Mesmo entre tantos rostos, desta multidão.
Geninha®
Artimanhas de Amor

Se te vejo, te quero
Se te quero, te desejo
Se te desejo, te provoco
Se te provoco, corro o risco
De cair em tuas artimanhas de amor
Por isso te provoco.
Geninha®
Tudo Que Queres

Sou a realidade dos teus sonhos
Um amor idealizado, sem rascunhos
Escrito com as cores do arco-íris
Pairo sobre tua cabeça qual nuvem encantada
Torno teus dias ensolarados e alegres
Sou tudo que queres que eu seja
Amiga, amante, mulher...
Geninha®
Recordação

Vagando pelos labirintos de minha alma
Encontrei em um cantinho
Uma doce recordação
Daquele tempo, em um passado
Bem distante
Em que éramos tão felizes
Tínhamos a juventude, a coragem
A ousadia de sermos nós , sem medos
Mas o tempo passou, escorregou
Por entre nossas mãos
E só ficou mesmo esta doce recordação
Que me fez suspirar de saudade.
Geninha®
Magia

Sabes como me fazer feliz
És gentil, amigo, amante
Tens nos lábios as palavras certas
Nas horas mais incertas do meu ser
Me transforma em um breve momento
Em uma deusa,amada, desejada
Realizas minhas vontades
Pois tens nas mãos
A magia do amor que tudo pode.
Geninha®
Saudade

Tamanha saudade
Se apodera do meu peito
Desarruma meus sentimentos
Me faz ver menos beleza na vida
Me deixa surda aos gritos
Desesperados do meu coração
Minha voz se cala
Imenso silêncio se faz
Já não consigo me sentir
Sem ti.
Geninha®
Amo-te

Amar-te me faz tão bem
Me transforma, me dá força
Por isto amo-te tanto
Nem cogites mensurar este amor
Ficarias louco.
Geninha®
Declaração de Amor

Com a voz embargada
E olhos marejados
Declaraste teu amor
E neste instante mágico
A tanto tempo esperado
A mais óbvia da reações
De súbito se aflorou
Me joquei em teus braços
Para nunca mais deles sair.
Geninha®
Força Tamanha

Sou levada pela força
Deste louco amor
Que tomou conta de mim
De peito aberto enfrento a saudade
Pois sei que ao amanhecer
Nascerá de novo o sol
E me encontrarei refeita
Para novamente lutar
Nunca desistir , de te ter
Aqui comigo.
Geninha®
Mágico Encontro

Teus olhos negros me olharam
Uma luz intensa clareou meus sentimentos
Tuas mãos fortes me acariciaram
Afagando meus cabelos
Teus lábios quentes me beijaram
Sófrego desejo fizeste brotar em mim
E desde este mágico encontro
Jamais te tirei de mim.
Geninha®
Procura

Não me olhes assim
Perco o juízo
Esqueço de me lembrar
Que quando teus olhos me chamam
Eu sempre vou e esqueço de voltar
Me deixo contigo
E depois fico a me procurar.
Geninha®