Seguidores

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Morrendo de Amor

Passei diante do espelho
E quase não me reconheci
Me toquei e pude sentir
Que o viço de minha pele
Desapareceu com o tempo
Meus olhos opacos choraram
Meus lábios tremeram
Ao murmurar teu nome
Lágrimas de saudades sufocaram
A vontade de gritar
Que estou morrendo sem teu amor.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário