Seguidores

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Naveguei pelo teu corpo
Me aportei em teu peito e acordei tão feliz!
Geninha®
Te gosto tanto, com força
Com ardor
Sentimento quente que ferve
Dentro do peito
Me fazendo transpirar amor.
Geninha®
Borboleta

Pousaste em minha vida
Feito borboleta,leve, colorida
Misturaste minha esperança
Com as cores radiantes de tua aura
E agora sou menina borboleta
Encantada com a vida.
Geninha®
Sou Vida

Sou um coquetel de sentimentos
Amo sem limites,corro da tristeza
Abraço a alegria,ando com a esperança
Sou paz,sou amor
Sou vida todo tempo
O tempo todo.
Geninha®
Imprevisível

Gosto tanto deste teu jeito
Imprevisível de ser
Sem dia, sem hora
Sem aviso prévio
Chegas e fazes festa
Colores meu dia
Espantas a tristeza
Me enche de amor
Com um sorriso solto
Dizes que me ama
E que me quer para sempre
Contigo.
Geninha®
Passeei pelo teu corpo
Aconcheguei em teu peito
Meu coração
E adormeci numa paz infinita.
Geninha®

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Desabafo

Só queria gritar
Subir até o cume de uma montanha
E gritar, soltar toda esta energia represada
Aqui dentro deste coração sonhador
Gritar feito louca, alucinada
Que amo, que sofro
Que sorrio e choro tambem
Gritar que sou humana
Que não sou perfeita
Que erro e acerto
Que só quero ser feliz
Ouvir o eco do meu grito
Soar por todo vale
Para que o mundo inteiro ouça
Meu grito de desabafo
E assim tirar esta angústia de dentro de mim.
Geninha®
Primeiro Amor

Ele chega com um olhar tímido
Entra sem pedir licença
Toma conta da alma da gente
Invade todos os espaços
Corre forte nas veias
Acelera o coração
Deixa a vida mais bonita
Enche de sonhos o peito
Primeiro amor é sempre avassalador
Passa, tira tudo do lugar
Deve ser por isso que se torna
Sempre inesquecível.
Geninha®
Príncipe

Forte, viril, lindo
Sorriso franco
Olhos negros como a noite
De teu corpo brotava energia
Um calor abrasador
De tuas mãos, o mais suave toque
De tua boca, o beijo mais ardente
E na inocência da mais tenra idade
Ele fez dela tua princesa
Que acolhida em teu castelo de sonhos
Ela vive até hoje um amor sem fim.
Geninha®
Eterno

Onde andarás, amor da minha vida ?
Já te busquei em tantos lugares
Chorei e adormeci com a solidão
A vida nos separou
Quando eu mais precisava de ti
Onde estarás o mais belo homem que conheci
E que me fez tão feliz?
Ficaste preso em meu passado
Mas ainda és tudo no meu presente
Presente de lembranças e saudades
Meu único e mais puro amor!
É certo que te levarei comigo
Por onde quer que eu vá
Pois nunca saíste daqui
De dentro de mim.
Geninha®
Portas Abertas

Meu coração está de portas abertas
Para a alegria, para a esperança
De portas abertas para o amanhã
Para uma nova chance,para uma nova vida
De portas abertas para um amor sincero
Que me dê um abraço caloroso
Um beijo ardente e apaixonado
Meu coração está de portas abertas.
Geninha®

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Paz

Sinto teu abraço forte
Teu beijo quente, ávido
Tuas mãos percorrem meu corpo
Sem censura
E de olhos fechados
Viajo num céu de estrelas
Doce sensação é ficar assim contigo
Numa paz infinita.
Geninha®

Feito sabiá

Nada , nem ninguém
Aprisiona minha alma
Que voa solta , livre
Nem mesmo o amor que sinto por ti
Tira de mim a liberdade
De sonhar,viajar nos sonhos
É teu meu coraçao apaixonado
Meu corpo ardente
Mas minha alma, só a mim pertence
E ela é feito sabiá
Voa celebrando a vida
A cada amanhecer.
Geninha®
Como uma menina te amo
Brinco com as estrelas
Ando nas nuvens
Tomo banho de chuva
Para depois me aquecer
No sol do teu amor.
Geninha®
Fénix

Jamais quis acreditar
Nem tão pouco encarar
A realidade dura e fria
Que subitamente se desenrolava
Como uma cortina negra
Diante dos meus olhos perplexos
Tua ausência me causava pânico
Um medo incontido, uma solidão congelante
Busquei refúgio nas lembranças
Li e reli teus escritos,dormi com a saudade
Agarrada ao teu travesseiro
Como uma criança desprotegida
Até que meu coração desesperançoso
Pediu arrego.
O cansaço bateu forte, me fazendo acordar
Daquele aterrorizante pesadelo
E assim olhar a vida e renascer das cinzas
Pronta para de novo voltar a amar.
Geninha®
Aventura

Meu coração não toma jeito
É aventureiro, sem juízo
Gosta de sentir o sabor
De uma nova emoção
Se embrenha por caminhos
Desconhecidos e misteriosos
È feito passarinho
Livre, para voar além do horizonte.
Geninha®

quinta-feira, 8 de julho de 2010

As horas tecem o dia
Que passa , escorre
E eu corro, morro
Triste, ferida
Sem ti.
Geninha®
Muito além do céu
Muito além do mar
Voa meu pensamento
A te procurar.
Geninha®
Intimidade

Descortina diante de mim
Tua nudez, tua carne
Viva, acesa, despudorada
Meus olhos brilham
Acendem feito tochas
Candelabros iluminados
A te fitar, a te admirar
Desencadeando reações
Nos devoramos
Bocas, mãos , corpos
Como num jogo sem regras
Delirante, arrebatador
Nossa intimidade explícita
Neste louco encontro de amor.
Geninha®

terça-feira, 6 de julho de 2010

Beleza

Quero um sonho realizado
Um amor idealizado
Com uma beleza plena
Pura, cristalina
E que em um instante de amor
Brote dos teus olhos negros
Adentre pelos meus poros
Num longo abraço
Percorra todo meu corpo
E me transforme em uma perfeita
E linda obra da felicidade.
Geninha®
Ânsia

Tenho no peito
Uma ânsia desmedida de viver
Viver com vontade, com garra
Com muito amor
Viver como se no minuto seguinte
Eu já não pudesse
Realizar meus sonhos, meus desejos
Ânsia louca de ser feliz
E não apenas existir.
Geninha®
Simples

Um turbilhão de sentimentos
Se misturam em meu peito
Te vejo e nem sei bem o que acontece
O coração salta, as mãos gelam
Meus olhos brilham
Tudo fica tão mais bonito
E só tu me entendes
E dizes entre risos
Que estou te amando
E então me prometes
Amor sem fim
Uma casa no campo
Uma rede para nós dois
E me fazes acreditar
Que o amor é mesmo assim
Simples como o amor que tens por mim.
Geninha®
Caminhos

De mim conheces todos os caminhos
Sabes todos meus desejos
Advinhas até meus pensamentos
E tem sempre o dom
De transformar meu viver
Em um jardim de felicidade.
Geninha®
Gosto

Gosto deste gosto gostoso
De gostar tanto de ti
Gosto de fruta madura
Que sacia minha fome de amor
E deixa em minha boca
O gosto, gostoso do teu corpo
Gostoso, maduro.
Geninha®

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Único Verso

Gostaria de ter as palavras certas
Para entender minha alma
Para entender este amor
Mas em um único verso, não consigo
Gostaria de saber as coisas do futuro
Mas minhas palavras saem confusas
Incertas demais
E então, eu não consigo...
Tem sempre algo que eu gostaria
De dizer.
Geninha®
Espera

Caiu a noite
A lua clareou meu quarto
Uma brisa suave
Adentrou pela janela
Meu coração está inquieto
Tu virás, por certo
Não te demorarás.
Geninha®
Se me Quiseres

Se acaso me quiseres
Converse primeiro com teu coração
Não faço, não fico, não vou
Somente para agradar
Tenho personalidade forte
Sei tudo que quero e preciso
Ande sempre junto a mim
Nunca na minha frente.
Geninha®
Cobre meu corpo com beijos
Fico dengosa, fico manhosa
Adoro ficar assim
Completamente entregue a ti.
Geninha®
Agora somos só nós dois
No aconchego deste quarto
Na plenitude deste amor
Na concretização dos nossos sonhos.
Geninha®
Por favor não partas
Amor da minha vida
Se fores , levarás contigo
Meu coração, minha alma
Como ficarei assim
Sem mim?
Geninha®
Devagarinho

Meu coração se escondeu
Tem medo de sofrer
Guarda cicatrizes profundas
Então por favor
Não tenhas tanta pressa
Permita que ele te ame
Bem devagarinho.
Geninha®
Sem Medo

Hoje eu só queria
Descansar minha alma
Sossegar meu coração
Não queria estar assim
Feito passarinho que caiu do ninho
Não queria me sentir sem porto
Com a face triste e este olhar morto
Queria me sentir segura
Sem medo do amanhã
Sem medo de ti, sem medo de mim.
Geninha®
Sentindo

Como queria colocar para fora
Tudo o que sinto
Para entender este sentimento
Represado, sufocado
Mas não consigo
Só o sinto, sinto, sinto...
Geninha®
Leveza

Leve como pluma ao vento
Vaqueia minha alma
Na vastidão deste céu azul
Meus pensamentos são como nuvens
Ora aqui, ora acolá
Delirante e doce liberdade
Que me tira do chão
E me faz sonhar.
Geninha®

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Sonho de Amor

Em meu coração te guardei
Em minha alma te tatuei
Nada me fará te esquecer
Foste tu meu mais doce
Sonho de amor.
Geninha®
Quero

Quero todo teu amor
Quero teu riso
Quero teu beijo
Teu cheiro, teu gosto
Quero tudo de ti
Te quero só para mim.
Geninha®
Hipnose

Me hipnotiza teu olhar
Me fazendo arrepiar
Aflora em mim o desejo
De te ter bem pertinho
Para te contar
Segredos do meu coração.
Geninha®
Dois

Meu pensamento voa longe
Vai te buscar lá atrás
Em um passado guardado
Em mil fotografias
Meus olhos fitam
Captam todos os detalhes
Daquele tempo em que éramos dois
E não existia saudade entre nós.
Geninha®
Sólitária

Ando tão solitária
Meus pensamentos em ti
Teu rosto na memória
Teu cheiro em meu ccorpo
E no coração a esperança
De te encontrar de novo.
Geninha®
Dignidade

De peito aberto te encarei
Olhos nos olhos
Busquei em ti respostas
Pois fizeste do nosso amor
Uma mistura absurda
De sentimentos loucos
Ciúmes, raiva e desconfiança
Que minaram nossa relação
E em meio aos escombros
Queria de ti apenas a dignidade
De saber te retirar
Sem que preciso fosse
Te mandar embora de vez.
Geninha®
Te Amo

Amo teus olhos negros
Tua boca quente
Teu corpo viril
Amo tudo em ti
Pelo bem que me fazes
Pelo amor que a mim dedicas
Te amo inteiro, sem meio termos!
Geninha®
Menino

Menino, moleque, travesso
Amante da vida
Sorriso solto, coração desarmado
Alma afoita, com fome de amor
Ciúmes injetado nas veias
Sem pudor algum, sem medo de se mostrar
Brinca, briga, sai do sério
Magoa, pede perdão
Chora, depois sorri
Me encantas este teu jeito
És tu menino
O motivo desta minha alegria.
Geninha®
Laços Eternos

Laços eternos nos une
Como amor de outras vidas
Não sigo contigo
Mas observo tua caminhada
Assim fazes tambem
Somos almas gêmeas
Com destinos opostos
Mas com a certeza forte e certa
Que ainda nos encontraremos
Muitas outras vezes
E em uma delas seguiremos
Juntos!
Geninha®
Esquina

Numa esquina das ruas
Vazias do meu coração
Encolhida em um canto
Existe uma mulher
Que chora um amor perdido
Seu choro é constante
Copioso e triste
Ela chora e pensa
Que talvez um dia ele volte
Para trazer de novo alegria
Para sua vida.
Geninha®
Momentos

O passado é um velho baú
Que guarda nossos segredos
Nossos momentos, nossa história
O presente é agora, é o ar
Que dá vida a gente
É sorriso, é amor
É a saudade, é a dor
E o futuro?
É escuro, está do outro lado
Nele não se sabe o que está guardado.
Geninha®