Seguidores

domingo, 11 de abril de 2010

Presságios

Presságios angustiantes
Teimam invadir minha mente
Sinto o frio da solidão
Que congela meus sentidos
As horas voam
E mais uma vez experimento
A tristeza de adormecer
Sem teu abraço.
Geninha®
Tudo

És meu tudo
Tudo de bom
Tudo que um dia desejei
Com tamanha energia
Que se tornou realidade
És tu meu amor maior.
Geninha®
Nada Sou

Incontáveis são meus dias
Sem tua presença
Sinto um misto de dor e saudade
Saudade do teu abraço acolhedor
Da tua voz firme e calma
Dos teus olhos atentos e brilhantes
Saudade de mim, pois sem ti
Sei que nada sou.
Geninha®
Infinita Paz

Meus pés não tocam o chão
Alcanço com as mãos
As estrelas do firmamento
Brinco por entre as nuvens
Qual uma criança encantada
Em um deslumbre angelical
Fico sempre assim
Quando teu amor me envolve
E me faz sentir uma paz infinita.
Geninha®
Amo, amo tanto
Sou puro amor
Por dentro e por fora
Por todos os lados
Sou amor, amor
Tão somente amor.
Geninha®
Cabe tão somente a ti
A decisão de ficar
Pois já me decidi
Teu lugar é aqui
Dentro de mim.
Geninha®
Fraqueza

Desalojei a mulher fraca
Que habitava em mim.
Revirei minhas gavetas
Joguei fora tuas lembranças
Que só me faziam mal
Abri as portas do meu coração
Deixei a luz entrar
Depois que me deparei
Com a triste realidade
Que eu sofria por ti
E nunca mereceste meu amor.
Geninha®

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Meu Vôo

Jamais renunciarei meu vôo
Para satisfazer teus propósitos
Tenho sangue quente e alma livre
Deliberei não registrar em minha mente
A insanidade dos teus sentimentos
Que me quer presa e submissa
Nunca me curvarei diante de ti
Amo-te , bem sabes disso
Se realmente me queres
Em um momento oportuno
Entenderás que podes cativar meu coração
Mas nunca cortar minhas asas.
Geninha®
Carente

Careço do teu carinho
Para trazer luz para meus dias
Sem ti respiro com dificuldade
Meu coração se encolhe
Grossas lágrimas rolam
Pela minha face
E num grito ensurdecedor
Minha alma implora
Pelo teu amor.
Geninha®
 
Poder

Não tens noção
De como o tempo passa
Quando estou contigo
As horas se transformam em segundos
Que somem, escorregam
Por entre meus dedos
Quisera ter o poder
De eternizar nossos momentos
Para nunca ter que sentir saudades.
Geninha®
Memória

Ficou gravado em minha memória
Tuas doces palavras
Quando disseste entre lágrimas
Que nunca cogitara me amar
Mas sentiste uma forte energia
Quando meus olhos cruzaram com os teus
E ficaste então, preso em meu olhar
E agora me deste teu coração
Para eu cuidar.
Geninha®
Lucidez

Onde encontrar escoras
Para este meu desequilíbrio?
Pois me deixas sem chão
Quando por mim passas
E nem percebes
O quanto mexes comigo
Fico louca e te busco
Desesperadamente em tudo
Para ver se encontro de novo
Minha lucidez.
Geninha®
Implícito Amor

Me amas mas não confessas
Teus olhos são furtivos
Tuas mãos não me tocam
De tua boca saltam estrelas
Quando comigo falas
Percebo em cada movimento teu
O entrave em que se encontra
Teu coração teimoso
Basta apenas desvencilhar-te
Deste orgulho tolo
Para juntos seguirmos
A estrada que nos conduzirá
A almejada felicidade.
Geninha®