Seguidores

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Teu Olhar

Gosto quando me olhas assim,
com um jeito bem atrevido.
Tira minha roupa com os olhos,
percorre minhas curvas sem medo
de derrapar.
Corre pelos meus espaços em um
segundo deste olhar.
Me arrepio toda, desejo então que
me leves contigo. Sou muito gulosa,
me desejou, precisa me amar.
Geninha®
Sonho um sonho lindo, nele
tu estás. Entre beijos loucos,
abraços febris meu corpo se
remexe.
Acordo pensando em ti, com
a doce sensação de que ainda
estás aqui.
Geninha®
Aviso

Para me amar precisa ter
coragem.
Sou amante da liberdade,
não me deixo cativar.
Então se me queres, não
me faça prisioneira, se me
sentir assim alço voo sem
que percebas. E quando
te sentires só, não lamente
tua sorte,cansei de te avisar.
Geninha®
Ânsia de Liberdade

Não vá pensando que sou tua,
nasci livre, sem amarras.
Podes até cativar meu coração
e me ter sempre por perto.
Mas não me deixe nunca perceber
que estou presa a ti.
Me revolto, bato asas e saio por
aí, voando feito pássaro em uma
ânsia louca de fugir para bem
distante. Tão distante que teus
olhos jamais me verão.
Geninha®
Deusa

Teu amor percorre todos meus
caminhos. Como um desbravador
invades meu corpo frágil .
Mas me tocas com o cuidado de
um menino poeta.
Fazes de mim uma deusa ,realizas
todos meus desejos.
És o melhor e mais bonito amor
que minha alma jamais conheceu.
Geninha®
Só é amor de verdade, quando há
transparência, cumplicidade e respeito.
Se assim não for,dê o nome que
quiseres,mas não é amor.
Geninha®
Tenho sonhos ,assim como
tenho dias para se viver.
Tudo tão simples, tão natural.
Sonhar ou viver para mim não
tem tanta diferença assim.
Geninha®
Gosto de pessoas simples,
que tem a bondade refletida
nos olhos.
Que não carregam na alma
soberba,nem inveja.
Geninha®
Meu coração está sempre voltado
para onde nasce o sol.
Gosto de sentir o calor invadindo-me
inteira, abrir os braços e agradecer
a benção de mais um dia.
Geninha®

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Esbarrando Com Tua Ausência

Todo amor que houver nesta vida,
todo carinho que couber no meu
peito. Todos abraços, todos beijos
da minha boca sedenta de ti,todo
meu corpo que arde em desejos.
Te daria tudo, mas tudo mesmo,se
estivesse aqui do meu lado.
Tão longe assim,me esbarro na tua
ausência e choro sem nada poder
fazer.
Geninha®
Desabafo

Vás, saias por aí com destino certo.
Esqueças de tudo,não pense em mim.
Faças o que quiseres,te juro não vou
me importar,nem vou chorar.
Vou mandar o ciúme às favas,vou jogar
esta raiva ao vento,vou te tirar de mim.
Vou lavar minha alma,espremer meu
coração até que este amor caia gota a
gota no chão frio.
Me prometo não ficar sofrendo,cansei,
já chorei tudo o que tinha para chorar.
Geninha®
Amo-te com todas minhas
forças.
Faço deste amor uma doce
canção que embala meus
sonhos e te traz cada dia
para mais perto do meu
coração.
Geninha®
Conclusão

Saio por aí, ando largada,
vagando sem rumo certo.
Teu rosto na memória, tua
ausência a me perturbar os
dias.
Não choro mais, secaram-me
as lágrimas, apenas penso e
concluo que se saudades
matasse, eu já haveria
morrido.
Geninha®
Simplesmente Eu

Sou aquela mulher que teu coração
sonhou encontrar um dia.
Talvez um pouco diferente, meio louca,
impaciente,arteira e sem juízo.
Mas em contra partida sou toda coração,
com a alma transparente, um brilho de
vida no olhar. A cabeça cheia de sonhos,
um amor ardente no peito, franca, justa.
Nem santa, nem pecadora em demasia.
Sou uma mulher que só quer te fazer
feliz e ser feliz também.
Simplesmente eu, simples assim !
Geninha®
Recíproco

Aprendi a viver na reciprocidade.
Não desejo o mal, não tenho inveja.
Mas se mentes para mim,não confio
mais em ti.
Podes apostar, se me deres amor com
certeza receberás.
Mas se preferires o desprezo é só me
ignorar, não imploro nada à ninguém.
Vivo muito bem com o que tenho, não
sou pretensiosa, muito menos arrogante.
Mas não vivo mais como antes,dando a
cara à tapa para mostrar-se boazinha.
Geninha®
Se não desejas ouvir o que não
queres. Não fales pelos cotovelos.
Cansei de ficar caladinha.
Agora, bateu, levou.
Geninha®
Dias de Fúria

Tenho meus dias de fúria, neles me
perco por inteira.
Faço bagunça no meu coração,mexo,
troco tudo de lugar, inverto posições.
Tiro a poeira das emoções, a saudade
sente cócegas e reclama.
Não dou muita importância a ela.
Meio alheia a tudo e a todos passo
o dia dentro de mim.
Se me procuram , não me encontram,
digo que saí e volto mais tarde. Mas é
só uma desculpa minha, que agora só
quer ficar sozinha.
Geninha®
Se tens vontade, tens desejo.
E para matá-lo tens que agir,
mas só faça o que te for lícito.
E não te esqueça que alguém
pode desejar o que é teu também.
Geninha®
Se me falas com carinho,
meu coração te escuta.
Mas se te exaltares me
finjo de surda, não te dou
a mínima.
Jogarás tuas palavras ao
vento, puro desperdício de
tempo.
Geninha®
Meu coração bate no compasso
do teu amor por mim.
Se comigo estás ele se acelera ,
alegra, canta.
Se te afastas resta tão somente
um coração cheio de saudades,
sem vontade de bater.
Geninha®
Nada aprisiona minha alma.
Nem mesmo o amor consegue
domá-la.
Ela é livre feito sabiá revoando
em uma primavera sem fim.
Geninha®

domingo, 20 de novembro de 2011

Preciso de Ti

Vista-se de amor,encha tuas
mãos de carinho, coloque em
teu rosto um sorriso largo e
bonito. Estarei te esperando
em uma esquina qualquer
desta vida, me traga tudo
de bom.
Pois estou aflita, precisando
tanto de ti.
Geninha®
Me bastaria um toque, leve,sutil.
Me bastaria o calor do teu corpo
bem pertinho do meu.
Nada mais pediria. Me bastaria...
Geninha®

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Venhas , amor meu.
Pegues carona na nuvem
mais encantada e bonita.
Empurrada pelo vento e com
a força do meu pensamento
com certeza chegarás até mim.
Geninha®
Sem Diálogo

Quero um minuto contigo,para fazer
as pazes com meu coração.
Ele anda meio chateado comigo,está
fazendo pirraça, nem quer conversar.
Está preguiçoso, bate sem vontade,
tentei falar com ele, que me gritou
em alto e bom som, que precisa só
de ti, não dá mais para esperar.
Geninha®
Ardente Poesia

Bocas que se procuram,mãos que
tateiam,corpos suados em êxtase.
Teu amor se esparrama pelo meu
corpo se adentra pela minha pele.
E então explode nosso desejo, que
faz espalhar pelo ar cores e odores.
Tudo à nossa volta se clareia.
Escrevemos nesta hora a nossa
mais ardente poesia,composta
de versos de um amor sem fim.
Geninha®
E ficam em mim tuas digitais.
Fáceis de ser ver, formam em
meu corpo o retrato vivo de
mais uma noite de amor.
Geninha®
Poema em Teu Corpo

Quem sabe um dia eu consiga,
vencer esta barreira chamada
distância, te trazer para junto
de mim.
Matar esta saudade, me envolver
em teu abraço,beijar esta tua boca,
escrever em teu corpo poemas de
amor.
Geninha®
Tem dias que dá vontade
ficar dormindo.
Acordar pra quê ?
Só para maltratar o coração
com esta maldita saudade ?
Geninha®

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Queria uma vida toda pintada
de azul qual asas de borboleta.
Assim até mesmo a dor e a solidão
ficariam mais leves, seriam mais
fáceis de encarar.
Geninha®
Um Anjo me confidenciou que
um dia pode ser sim muito feliz,
basta que acordes e escrevas
tua própria história.
Senão a vida escreve do jeito
dela.
Geninha®
Castigo

Tranco a tristeza no porão do meu
coração. Ela é inconveniente, me
deixa cabisbaixa e chorosa.
Não gosto dela, então por favor,
não vá deixá-la sair do castigo.
A chave está em tuas mãos,
meu Menino.
Geninha®
Minha Alma

Livre feito vento minha alma
dança na imensidão do céu azul.
Alma de menina, em um corpo
de mulher.
Alma arteira, que brinca de viver,
às vezes nem avisa onde vai, sai
por aí sem rumo, sem pouso certo.
É amiga da lua e das estrelas, faz
sentir ciúmes o sol, que ela ama de
paixão mas não o deixa perceber.
Alma liberta, solta , viajante.
Geninha®
Lacuna na Alma

Sinto que tudo está meio vazio,
na vastidão desta minha alma
que vive enamorada pela vida.
Parece faltar algo, parece que
ainda é pouco o que ela tem.
Mas culpados são seus sonhos,
seus anseios desarvorados que
batem e rebatem dentro dela.
E nesta confusão, ficam refletidos
em meus olhos uma vontade que
aconteça algo diferente, que possa
preencher esta lacuna que se abriu
dentro de mim.
Geninha®
Tenho dias de fera ferida,
acuada, calada.
Olhar perdido, coração em
uma inquietude voraz.
Sequer sei onde, como e
nem porque minha alma
se perdeu de mim.
Geninha®
Hoje só queria te ter por perto.
Falar de mim, falar do meu amor.
Hoje daria aos deuses a mais
bonita oferenda em troca de tua
presença aqui, comigo.
Geninha®
Promessa do Amor

Ando por esta estrada que
aos meus olhos parece não
ter fim.
Meus rastros ficam na poeira
e a cada passo vejo tudo ir
passando tão devagar.
Tenho pressa, preciso ver
urgentemente o paraíso que
o amor me prometeu.
Geninha®
Mais um dia para se viver,
mais algumas horas contadas.
Tudo continua tão igual, que
mais parece uma reprise de
ontem.
Geninha®
Não quero nunca perder-te.
Não quero nunca acordar com
a triste sensação que deixei de
morar em ti.
Geninha®
Quando esta chuva passar,
quando a calmaria chegar,
vou ter um particular com
meu coração.
Cansei de avisá-lo para não
se apaixonar sem a minha
permissão.
Geninha®

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Misturadas estão nossas vidas,
em um coquetel de emoções de
diversas cores e sabores.
Quero sorvê-lo devagarinho ,
aproveitar cada gota de prazer,
sem deixar nenhum restinho.
Geninha®
Passo o dia pensando em ti.
Desde que acordo até quando
me deito. Se isto for amor, com
certeza estou te amando.
Geninha®
Dou ao meu coração o direito
de escolha, se sigo contigo ou
se fico aqui.
Não costumo contrariá-lo, ele
é levado, teimoso, mas é nele
que te guardo.
Geninha®
Trilho caminhos áridos e espinhosos,
só para te ter. Tem dias que tudo se
consome e vira saudades, mas mesmo
assim eu nunca desisto.
Quanto maior o sacrifício, melhor será
a conquista.
Geninha®
Menino, não coloque em xeque
o amor que tenho por ti.
Se me desafias, ficas sujeito a
perder o jogo.
Geninha®
Na Retina dos Teus Olhos

Teus olhos negros como a noite
irradiam um brilho intenso qual
lua cheia, ofuscando-me a visão.
Ultrapassa minha alma, clareia
meu coração.
Olhos negros que me fitam com
extrema ousadia, me deixa frágil,
vulnerável, tentada a não resistir
ao convite impresso na retina
destes olhos teus.
Geninha®
Laço

Me perdi em ti, te perdeste em mim.
Misturadas estão nossas almas,nossas
vontades e desejos.
Juntos somos muito mais do que tudo,
do que todos. Nada, nem ninguém tem
tanta força como o amor que fez o laço
de nossas vidas.
Geninha®
Garra

Sou aquela mulher onde o
tempo não se esconde.
Não permito que ele tome
decisões por mim. Sou um
tanto quanto apressada ,
afoita e ansiosa. Gosto de
ver tudo acontecendo, amo
o movimento da vida e se
quero muito alguma coisa,
não fico esperando que a
vida a coloque em minhas
mãos.
Tudo que se consegue com
garra é mais gostoso.
Geninha®
Se me faltas tudo é tristeza .
Fico perdida, as horas se arrastam,
meus pensamentos entram em
conflito com o meu coração.
Fico à mercê do ciúme que me maltrata,
me deixa ferida, fazendo meus olhos
chorarem um pranto de dor e solidão.
Geninha®
Sempre e para sempre,
promessas e sonhos.
Talvez nunca ou quem sabe,
soariam mais verdadeiros.
Geninha®