Seguidores

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ânsia de Liberdade

Não vá pensando que sou tua,
nasci livre, sem amarras.
Podes até cativar meu coração
e me ter sempre por perto.
Mas não me deixe nunca perceber
que estou presa a ti.
Me revolto, bato asas e saio por
aí, voando feito pássaro em uma
ânsia louca de fugir para bem
distante. Tão distante que teus
olhos jamais me verão.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário