Seguidores

domingo, 13 de novembro de 2011

Meu grito

Na distância que separa nossos corpos,
me perco, fico sem rumo certo.
Tudo está deserto, até minhas emoções
se desorganizam, a saudade toma conta
de tudo aqui dentro deste peito.
Meu coração se encolhe, bate sem ritmo,
lágrimas me molham a face, até minha
voz se cala. Não tenho mais forças sequer
para gritar por ti.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário