Seguidores

domingo, 20 de maio de 2012


Ama-me pelo que sou, pelo bem que faço a ti.
Ama-me sem muito apego, sem muitas perguntas.
Eu raramente me explico, dar explicações me cansa.
Ama-me simplesmente... isto me basta.
Geninha®


Não preciso deste amor regrado, medido.
Preciso de um amor intenso que me invada
por inteiro, que inunde de alegria minha
alma de menina.
Geninha®

Se fraquejei algum dia foi por sentir dor
demais. Mas não me permito sucumbir
diante de nada , nem de ninguém.
Tenho em minhas mãos o controle de
todas minhas emoções, apanho, volto,
não costumo erguer bandeira branca.
Nasci na luta, e assim será por toda a
minha vida.
Geninha®

Quero tudo e mais um pouco.
Quero um mundo de bons sentimentos
esparramados dentro de mim.
Quero levar alegria e paz por onde eu
andar.
Quero ter a alegria para sorrir a cada
amanhecer.
Afinal, viver é magnífico !
Geninha®

Vida Minha

Vida, escuta-me! Não se faça de desentendida,
nem vire teu rosto e me ouça. Nunca te pedi
muito, sempre te levei na boa, mas tens me
machucado, tens feito meu coração trombar
em desilusões, apelei geral...
Agora quem manda aqui sou eu, só preciso de
ti para morar em mim, dos meus sentimentos
cuido eu.
Geninha®

Viver é mágico, extremamente lindo.
Acordar pela manhã e fazer a própria
história acontecer. Isto me encanta !
Geninha®


Se me deres tua mão ficará mais fácil
caminhar. Sempre gostei de caminhar
sozinha, mas ultimamente tenho sentido
falta de alguém para me fazer companhia.
Solidão só é boa quando opcional.
Geninha®


Trilho a estrada da vida sem medo.
Sou forte o suficiente para travar a
luta do dia-a-dia.
Mas não sou de ferro, ás vezes choro,
fico tão frágil.
Geninha®

Todo amor que havia no meu peito,
toda minha vida, todo meu ser, tudo,
tão somente tudo, coloquei em tuas mãos.
Mas não cuidaste bem, então, devolva-me.
Geninha®

sexta-feira, 18 de maio de 2012


Te amo pela paz que provocas em mim,
não seria antagonismo dizer que também
te amo, pelo vendaval que me assola, a
cada vez que me abraças.
Geninha®

Vou acabar me viciando neste silêncio.
No começo ele me assustou mas tenho
notado que estamos ficando bem íntimos.
Geninha®

Venhas, chegues mais perto, me abraces.
Não precisas dizer nada, não fales nada,
apenas me abraces forte antes que tudo se
acabe e vire lembranças.
Apenas me abraces, por favor.
Geninha®


Me esqueci que corria riscos eminentes
em depositar meus sentimentos nas
mãos de outra pessoa.
Geninha®


Tua Vida Sem Mim

Tua voz soava entre risos, jeito de moleque,
que brincava de viver. Intolerante, impulsivo
e ciumento, mas eram poucas as coisas que o
faziam sair do sério.
Só a mim tu te explicavas, só a mim abrias teu
coração de menino. Me falavas de tua vida, de
teus sonhos, de teus planos.
Eras um livro aberto, com uma linda história de
vida, mas ainda havia muitos capítulos a serem
escritos e deles eu não faria parte.
Hoje quando penso em ti, sinto uma dor tão
forte, uma nostalgia encobre minha alma.
Queria ter seguido contigo, Menino. Mas não me
fora permitido, tinhas que seguir sem mim.
Geninha®

Súplica de Amor

Te deixei tão só, morrias sem mim um
pouco a cada dia .
Mas não podias, tinhas que viver, a vida
brilhava lá fora, foi quando entre lágrimas
te supliquei, se me amas, vivas, para que
eu também possa viver.
Para meu coração basta saber que tu vives
bem e feliz.
De mim eu cuido, não te preocupes.
Geninha®

Cartas de Amor

Hoje me vi te procurando em minhas lembranças.
Em cartas amareladas, em bilhetes aos pedaços,
em tuas palavras de amor.
Sempre gostei de receber cartas, é como ter um
pedaço da pessoa amada nas mãos.
Tu sabias disto e me mandava cada dia um pedacinho
teu, que fui juntando, juntando e pude te abraçar um dia.
Geninha®


Miragem

Longe dos meus olhos estão teus olhos,
não vejo deles o brilho.
Mas sei que tens olhos de amor, que um dia
irão fatalmente se encontrar com os meus.
A certeza que tenho é que te olharei por um
longo tempo, nada direi, só olharei, olharei...
como se tu fosses uma miragem. A mais linda
que meus olhos jamais contemplaram.
Geninha®

O Riso do Meu Amor

Não gosto quando travas o riso, fazendo
tudo perder a graça. O silêncio dos teus
lábios me incomoda a alma, gosto tanto
quando a energia do teu riso se espalha
em mim. Me contagia o coração, tudo se
clareia, brilha, reluz.
Dias nublados se transformam em lindas
e coloridas primaveras.
Geninha®

Escuro Véu

Escuro véu que desfralda sobre meus
sentimentos, confusão intensa dentro de
mim. O que era essencial se tornou tão
corriqueiro que me assustei, já não me
faz falta muitas coisas que achei serem
indispensáveis.
Acho que estou amadurecendo, não fico
mais na agonia de procurar alguém ou
algo para que meu dia nasça feliz.
Geninha®

Te digitalizei dentro de mim,
se me ignoras, deleto-te da
minha vida.
Geninha®

Se sofro a culpa é tão somente minha.
Mergulhei de cabeça, me atirei de corpo
e alma, não pensei que fosse me arrebentar
neste sonho. Mas sabia dos riscos, por isto
não tens culpa.
Geninha®

Não te culpes pela minha insensatez,
pela minha falta de maturidade.
Em matéria de amor ainda sou uma
garota tola, que acredita em príncipe
encantado.
Geninha®

Escrevi teu nome na história da
minha vida. Tens aqui dentro de
mim um lugar especial, onde ficam
as pessoas que de alguma forma
me fizeram viver melhor.
Geninha®


Pensando bem eu acho que o amor
se foi e não vimos.
Ele saiu sorrateiro em meio as nossas
palavras proferidas naquele momento
de raiva e dor. Deixou em seu lugar um
vazio tão grande que toma conta de
tudo dentro de mim. Sei que contigo não
é diferente.
Geninha®


Voe minha alma, voe...
A liberdade é teu caminho, é o que
te faz feliz.
Voe feito águia, com determinação,
sem medo. Vá até onde teus sonhos
te levarem.
Geninha®

Chorei por te sentir ir indo embora,
chorei pelos sonhos destruídos, pela
minha falta de coragem de encarar
a realidade.
Chorei por mim e por ti também.
Não tenho facilidade em aceitar as
perdas, talvez eu ainda aprenda.
Geninha®

Estou com um sentimento rondando aqui
dentro de mim. Misto de silêncio e dor.
Não, não é raiva, é só tristeza.
Geninha®


Meu caminho nasce a cada amanhecer,
por isto não me pergunte para onde
estou indo. Ainda não sei, ultimamente
estou deixando a vida me levar.
Geninha®

Te amei com tamanha energia,
em ti depositei meus mais belos
sonhos. Te imaginei em mim, te
fiz presença, me deliciei em teu
corpo másculo, viril.
Mas o tempo passou, sonho
acabou e acordei aqui, sozinha ,
sem ti.
Geninha®


Depois da tempestade que assolou meu coração,
o sol nasceu, uma brisa morna acalenta minha
alma.
Não poderia ser diferente, pois em tudo o amor
me move, ás vezes bato com a cara no muro,
mas faz parte.
Geninha®


Dor de amor dói, dói, mas não mata.
Passa, assim como vento. Mas deixa
marcas que o tempo não apaga.
Geninha®

Estou agora me sentindo muito sozinha,
ressaca de tudo que passei.
Mas nada que uma outra dose de amor não
resolva.
Geninha®

Tenho tentado me manter com os pés no chão,
mas está complicado.
Me acostumei a voar, sonhar sonhos loucos ,sem
me importar com nada e nem com o que pensavam
de mim. Sempre fiz dos meus sonhos meu motivo
para continuar, acho que terei que voltar a voar.
Geninha®

Não sou de ficar remoendo dor, mas teu
amor conseguiu me derrubar.
Caí, ralei cara, joelho, coração, tudo que
tinha direito, mas não vou ficar jogada no
chão, sem remédio.
Vou me levantar, me lavar, subir no salto
e voltar a viver. Mesmo que seja sem ti.
Geninha®

Um dia para se viver, sem dor.
Passo a borracha no passado e
reinvento outra vida para mim.
Simples assim !
Geninha®

quinta-feira, 17 de maio de 2012


Colocaste em xeque meu amor por ti.
Confesso que me desesperei com a
possibilidade de perder-te.
Mas agora, lúcida, penso que não era
pra tanto, exagerei na dose.
Geninha®

A vida ensina, esfrega na cara da gente.
Aprendi que não se deve nunca exigir
de alguém o que ela não tem para te dar.
Geninha®


Dizes que me amas e acredito.
Por isto ainda estou aqui, preciso
de amor para respirar, feliz.
Geninha®


Basta de ilusão, chega de adiar sonhos.
Decidi que de hoje em diante só vou até
onde minhas mãos alcançarem.
Geninha®

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Primavera

Depois de um longo e triste inverno,
a primavera chegou,trazendo com
ela a beleza das cores, o cantar dos
pássaros. Abri minha janela e dei um
bom dia à vida.
Não era delírio de minha alma,o dia
estava perfumado, o sol iluminado.
Meu coração bateu feliz, me lembrei
de ti, e recordei-me que fora em uma
linda primavera que teu amor entrou
em mim. Mesmo com tanta saudade,
não me contive e sorri.
Geninha®
Sem a mínima chance de sobrevida,
meu amor ainda insiste em ti.
Tenho o coração teimoso, luta, se rala,
se arrebenta, mas não desiste.
Vai até as últimas consequências, não
gosta de perder quem ele ama demais.
Geninha®
Meus olhos alcançam a linha do
horizonte. Pensamentos soltos
me levam até onde minha alma
deseja.Quisera ser assim como
meus pensamentos, ir para todo
lugar,voar livre e solta por aí.
Geninha®
Te quero como se quer a vida,
como se quer o amor.
Te quero com todas as forças do
meu coração.
Te quero de qualquer jeito, nem
de mais, nem de menos, te quero
na medida exata da minha paixão.
Geninha®
Te olho e não te vejo. Não te sinto.
Uma barreira invisível me retém a
visão. Tento ler teu olhar, que parece
me fitar, mas tem algo que não deixa
fluir a vida que pensei existir nesta
foto que um dia me deste.
Geninha®
Cuidado

Desço desta solidão, jogo ao vento
minhas desventuras, minhas dores.
Quero fazer as pazes com a vida,
não ficar o tempo todo pensando em
teus segredos, teus mistérios.
Preciso cuidar de mim, me ver, me
sentir, ter motivos para sorrir.
Deixar de viver somente para ti.
Geninha®
Sou criatura lúcida e centrada,
até me apaixonar.
Aí o amor me dá asas, posso tudo.
Ando nas nuvens, brinco com as
estrelas, corro na chuva e que se
dane o mundo, eu quero mais é
ser feliz.
Geninha®
Quando estou de mal com a vida ,
não tentes me animar.
Tive meus motivos para brigar com
ela, um deles foi me fazer te amar
e ter que ficar aqui só a esperar-te.
Geninha®
Transcendental


Atravesso a cortina densa da saudade
e consigo te trazer até mim.
Em um transe sublime e transcendental
te vejo, te toco, te amo.
Nossos corpos se fundem, reluzindo uma
luz que espalha por todo universo.
Neste momento nos tornamos imortais,
perante ao amor que une nossas almas.
Nos fazendo experimentar a mais bela de
todas as sensações, um gozo profundo ,
somente permitido aos deuses do amor.
Geninha®