Seguidores

sexta-feira, 18 de maio de 2012


Tua Vida Sem Mim

Tua voz soava entre risos, jeito de moleque,
que brincava de viver. Intolerante, impulsivo
e ciumento, mas eram poucas as coisas que o
faziam sair do sério.
Só a mim tu te explicavas, só a mim abrias teu
coração de menino. Me falavas de tua vida, de
teus sonhos, de teus planos.
Eras um livro aberto, com uma linda história de
vida, mas ainda havia muitos capítulos a serem
escritos e deles eu não faria parte.
Hoje quando penso em ti, sinto uma dor tão
forte, uma nostalgia encobre minha alma.
Queria ter seguido contigo, Menino. Mas não me
fora permitido, tinhas que seguir sem mim.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário