Seguidores

terça-feira, 29 de setembro de 2009


Sempre

Sempre que ela vem, dá uma dor no peito.
Quase que arrebenta, é como uma represa que ruiu.
Enxurrada de sentimentos, inunda minha alma.
Sempre que ela vem, me sinto impotente,
Quase que inanimada.
Sem poder fazer nada.
Fico sempre assim, quando vem esta louca 
vontade de estar contigo 
Mas o destino não deixa!
[Geninha]

Nenhum comentário:

Postar um comentário