Seguidores

quarta-feira, 30 de março de 2011

Poesia

Teço palavras com calma,
com alma.
Falam de amor, falam da vida,
falam de dor.
Palavras que habitam meu peito,
e saem soltas.
Envoltas em emoção de um instante,
de um segundo, de um mundo.
Caem leves sobre a folha branca,
que se espanta, balança.
Mas se rende e dança de alegria ,
com mais uma pequena poesia.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário