Seguidores

sábado, 28 de novembro de 2009


Sem Direção

Ando meio sem rumo
De braços dados com a solidão
Que teima em fazer moradia
Em meu coração
Que encolhido no peito
Chama por ti
Desesperadamente te procura
Onde estás, amor da minha vida?
Venhas, te quero aqui comigo
Para salvar minha alma
Desta solidão que me sufoca
Me mata...
Aos poucos.
♥ Geninha ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário