Seguidores

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Ausência

Te olho e já não te vejo.
Sumiste dos meus olhos,meus
ouvidos já não te ouvem mais.
As palavras já não fluem como
antes, com entusiasmo e calor.
Ficas quieto em teu canto e eu
me ajeito por aqui.
Fatalmente tudo se transformará
em lembranças.
Boas, espero.
Geninha®

Nenhum comentário:

Postar um comentário